quarta-feira, 23 de setembro de 2009

45 Horas Para o Fim do Mundo


Eu gosto muito de andar a pé. Sabem, é uma coisa bem relaxante, vejo gente, penso na vida, exercito as pernas e posso sentir o aroma do vento cotidiano em meus mal-cortados cabelos castanhos. Além do mais, quando ando pela rua, além de também ver o céu de uma perspectiva quase que celestial, consigo ver lugares e ambientes que não podem estar em outro lugar a não ser na rua, são casas, escolas, comércios e outras tantas parnafernalhas que estão por ai.

Então, continuando o papo sem pé, aqui perto de casa tem uma tal escola muito da diferente, na qual possui um letreiro bastante convidativo e que me chama a atenção desde que me mudei para cá, diz o seguinte "Ensino Médio em 60 Dias". Agora imaginem meu sorriso diante do tal letreiro e da tal escola.

O fato é, como uma pessoa que passou 3 anos estudando e re-estudando (tentando me acostumar com a nova gramática) pode aprender as mesmas coisas em apenas 2 meses? É muito diferente de um Supletivo, onde mesmo terminando os estudos em um menor tempo, aprende o que é necessário, mas agora 60 DIAS DE ESTUDO!!!! (desculpem, exaltação temporária)

Inconformado com a coisa toda, tive que aprender a continuar vivendo com isso, embora ainda continuo sem aceitar, mas, como dizem os sábios pessimistas, quando a coisa está feia, se prepare, pode piorar e foi isso que eu aprendi hoje ao ler no blog Blog da Comunicação, um post, também inconformado, sobre uma situação bem parecida com essa.

Como sabemos, já fiz um post bem curto aqui no blog, a obrigatoriedade do diploma de Jornalismo foi derrubada e agora, qualquer pessoa, que tenha os atributos requeridos (pelo menos isso) pode escrever matérias e reportagens em jornais e revistas. Contudo, com essa desregulamentação, certas empresas estão fazendo do terror alheio, uma mesa de negócios.


A empresa Cursos 24h está neste momento oferecendo um curso bastante dinâmico, feito pela internet, em que possui uma margem de tempo de aproximadamente 45 Horas. Exato, jornalismo ensinado em menos de 2 dias que promete formar "um Cyber Repórter de sucesso” e que possui um custo que cabe no bolso de qualquer brasileiro, apenas R$40,00.


“Velocidade, tempo-real, hipertexto, interatividade,
convergência de mídias…”
diz a página do curso.


Luiz Henrique Campos, supervisor de atendimento da empresa, se diz completamente a favor do curso afirmando que: "Os alunos têm todas as condições para trabalhar com jornalismo online” dizendo ainda que o prazo de 45 horas é apenas uma estimativa e que o resto depende do aluno.

O curso existe desde 2003, porém agora com a queda da obrigatoriedade, ele se tornou muito mais destacável, afinal, quem não gostaria de aprender algo em que qualquer pessoa pode trabalhar? Mesmo sendo sobre jornalismo on-line, 45 horas não é um tempo apropriado para se aprender tudo o que realmente se necessita, sou Blogueiro e amo muito isso, mas ser Jornalista e Blogueiro tem, embora suas semelhanças, enormes diferenças.

Abaixo segue um trecho retirado do Blog da Comunicação e consecutivamente do Comunique-se:

“A queda da obrigatoriedade do diploma continua incentivando o surgimento de maus profissionais. Depois dos concursos sem exigência do diploma, agora há um site na internet oferecendo um curso completo de jornalismo online em apenas 45 horas, ou seja, menos de dois dias corridos. Um verdadeiro curso caça-níqueis”, manifestou o Sindicato dos Jornalistas do Ceará em seu site.


Sinceramente, como opinião própria, acredito que o que uma pessoa aprende em 4 anos não irá aprender jamais, eu disse JAMAIS em 45 horas. Mesmo sendo direcionado a jornalismo on-line, é necessário muito mais do que apenas algumas poucas horas de estudo, é necessário prática e conhecer o que está se fazendo, é necessário saber por onde se está caminhando.


"Não basta a queda da obrigatoriedade do diploma para exercer a função de jornalista, ainda temos que suportar profissionais que fazem um curso de 45 horas para ser “um Cyber Repórter de sucesso?"

"É um ultraje aos profissionais que passaram quatro anos estudando e aos estudantes que ainda estão cursando os cursos regulares de jornalismo. E não bastasse, a empresa Cursos 24h é membro da Associação Brasileira de Educação a Distância – ABED -. O que estudantes aprendem em quatro anos, alguém pode aprender em 45 horas?"


Como já disseram, Jornalistas, temos que defender nosso peixe. Isso é desvalorizar totalmente nossa profissão e jogar na nossa cara 4 anos de estudo como se fossem nada, o que garanto que não é. É o começo de uma longa trajetória que nós Jornalistas teremos que seguir e que teremos que lutar, por que se nós não lutarmos, quem lutará, certo?

Bem, por hoje é só
depois disso, acho melhor dar uma caminhada a pé
sabe, dar uma refrescada na cabeça e ver gente nova
só não posso passar pelo Ensino Médio - 60 dias,
dá dor de cabeça.

Um grande abraço a todos
e até mais. ^^

16 comentários:

La Sorcière disse...

É um total absurdo, um retrocesso na questão da qualidade, do compromisso com a profissão, uma medida totalmente desatinada!
Que ética esta pessoa vai aprender em 45h? O que se pode aprender sobre os meios de comunicação em 45h?
O que se pode esperar de uma matéria escrita ou pesquisada por um induvíduo com esta "formação"?
Meu total apoio aos verdadeiros jornalistas,
Meu beijo para vc, menino-lindo-cronista-caminhante :)

Douglas disse...

Concordo com todas as suas palavras!!!
É realmente um total descompromisso com a profissão e com a função que ela tem dentro da sociedade e do mundo com o um todo.. é uma coisa de louco isso.. 45 horas belo relógio esse..

E obrigado a parte que me toca HAUHAUAHUAHUAHAUHAUHA

Obrigadãoo =D
beijoo

Jaqueliny Euzébio disse...

Estudo meia-boca para pessoas preguiçosas ou que se contentam com pouco. Afinal, um curso de 45h vai privá-la de conhecimento, além de formar profissionais incapacitados.
Eu particularmente não daria emprego à uma pessoa que se formou em 45h e eu duvido muito que uma pessoa que cursou o Ensino Médio em 60 dias vai conseguir ingressar em uma faculdade de nome.
Acho um desrespeito com quem sai de casa para enfrentar o metro da sé cheio, tudo para ficar em uma sala em que o ar condicionado está quebrado, tentando inutilmente aprender geometria plana ou as leis da física para entrar em uma droga de faculdade boa.
Ou até mesmo quem consegue entrar na faculdade e dedica anos para aprender sobre ética e comunicação!

Rosana Ibanez disse...

Douglas!
Acho um total desrespeito a essa profissão! Cabe as Empresas ou não aceitarem um profissional qualificado ou um profissional que possui um simples atestado de 45 horas. Isso só eles, os empresários, donos das empresas que poderão mudar essa história e mostrar que nada mudou e o que vale é a instrução e a capacidade.
Beijos e boa sorte. Confie em Deus acima de tudo.

Rosana Ibanez disse...

Ah, esqueci...rrss
Tem um selo nota 10 p/você no meu blog.
beijão

Ana Maria disse...

Toda vez que eu lembro dessa história de queda da obrigatoriedade do diploma de jornalismo, eu já fico bem mais esquentadinha do que geralmente sou.
O que me consola é que eu acredito que as empresas que realmente se preocupam com a qualidade do produto que estão vendendo, e que nesse caso é super "requisitado", não vai dar nem fudendo, com o perdão da palavra, emprego pra esse povo.

e tenho dito.
auheuaheuhauehauhea

beijão :*

P.S.: pq ainda tem 17 anos no teu perfil? xD
uaheuashuhaes

washington disse...

super legal

ludmilla disse...

APOIADO!!!!
hsusu ..

Liciane disse...

É lamentável isso.
Também achei um absurdo.
Mas uma coisa é certa, eles nunca chegarão nem aos pés de quem se preparou durante anos na faculdade.
Não tem como competir.

Abraço e ótimo fim de semana!!!!

Déia disse...

TEM SELINHO PRA VC

Ja volto para comentar.

bj

Belle disse...

Douglas, vc tem total razão em ficar inconformado com isso, pois já tem um tempinho que postei sobre esse assunto do diploma de jornalista....e tb , mostrei minha posição contrária a esse absurdo!
O fato é, estão banalizando os estudos, até isso, né!!!
Que realidade lamentável...
Adorei seu post!
bjos

Maycon Aguiar disse...

Essas pessoas tem titica na cabeça. Um jornalista que dedicou-se quatro anos a aprender a profissão merce o mesmo crédito de outro que se diz como tal por ter feito um curso de 45 horas.
Mas do que desrespeito com a minha futura profissão, isso é loucura total!

simone gomes disse...

Ensino Médio - 60 dias õ__O

nem vou comentar, vai!
SDHUAHUSDAHUSDAHUSDSDHUD

ludmilla disse...

oiiiiii!!
Tem selinho para vc lah no meu blog ....
bjuu

Paulo [ALT] disse...

esse eh um dos assuntos q de tanto eu ficar rewvoltado e sair discutindo jah leio e só suspiro, nem resmungo mais. jah deu pra ver o q eu penso neh? como o q eu kero fazer eh relacionado tb nesta área dá mais... enfim.. =X e eh bom saber isso, seu blog mantem a gent informado tb.

como vai a vida ai em orange country? oiheaohiea po vc tb gosta de andar a pé por ai eh? eu peguei esse costume esse ano. mas tipo bem de manhã... as vezes levanto umas 6 e saio por ai sem destino só olhando os lugares ou indo onde eu num fui pq não tinha pq. descobri um outro mundo na rua de trás daki ohieahieao isso pq moro faz 18 anos no mesmo lugar hehe mas eh mto bom fazer isso, soh vc e talvez um mp3 junto.

tudo de bom pra vc aee cara
abraço o/

[ps. eskeci de dizer.. coloka seus desenhos tb em algum post se der, podia ser legal, fikei curioso qndo vc disse q tb fazia seus rabiscos hehe]

flW

Thalita Carvalho disse...

Concordo com você Douglas, é um absurdo tão grande dizer que alguém pode aprender em 45 horas o que outras pessoas estudaram durante quatro anos que fico até sem palavras para expressar minha indignação. Ainda se o curso fosse para ter uma "introdução" ao jornalismo de maneira que a pessoas pudesse saber se gostaria ou não de seguir aquele caminho seria aceitável, mas dizer que é um curso completo é um abuso da inocência de pessoas que vão acreditar nessa balela. Além de ser uma ofensa a nós, que temos discernimento para saber que isso é uma boa picaretagem e nada mais.