terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Amor

.
.
É.. ele surge brando, as vezes. As vezes ele aparece na tempestade, as vezes ele surge sutilmente sem nem você perceber, mas ao longo do percurso, a carga de temperatura é grande. Digamos, quase uma estrada aparentemente sem fim, com calor intenso e suor gostoso, frio cortante de um coração tristonho, chuva, raios e trovões de uma tempestade assustadora, além de ventanias que levam tudo da estrada e deixam nada no seu devido lugar. Mas também aparecem os campos de flores, o perfume e o sentimento. A sensação de existência plena de só duas pessoas no mundo. O infinito da estrada é aparente. O final se mostra menos dia. Mas a lembrança de olhar para trás é o que fica e o saber o quanto aprendeu enquanto caminhou, é compensador.
.
Douglas Ibanez
21:00 - 29/12/2011
.

domingo, 1 de janeiro de 2012

Feliz Ano Novo!

.
.
FELIZ ANO NOVO!
.