quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Dissimulado Desespero Branco
















Munido de árido penoso tempo,
ganhou a fórmula de converter o momento
de um alvo claro casamento
em um eterno destrutivo monumento.

Com a angústia do não existir,
perdeu a alma, a língua e a vida
e com as palavras a não permitir,
encobreava a face completa e incompleta assistida.

O tempo se ia e assim se fez,
os pés gotejando marcou a vez,
o desespero corrente lhe pediu enbriaguez
de um momento existente que então se desfez.

A música tocou como lírio em águas claras
e a noiva entrou iluminada pelo sol de luz tão rara,
lívida como pétala de jasmim mostrou-se tão dissimulada
declarando que estava nada mais do que apenas atrasada.

Douglas Ibanez


9 comentários:

La Sorcière disse...

Adoro seus textos!!! Naa verdade, acho que adoro tudo o que vc escreve!!!!!
Lindo Douglas, lindooooo:)
Bjs

maryjane disse...

"e a noiva entrou iluminada pelo sol de luz tão rara" Que lindo... Fiquei feliz de voltar com o blog e ver que você continua escrevendo maravilhosamente bem.

Liciane disse...

Lindooooo!!!!
Belíssimoooo!!!

parabéns!

beijos

Paulo [ALT] disse...

a declaração dissimulada da noiva revela muito mais não é? humm...
como vc tá???
excelente fim de semana doug =]
flww abrass

Carpe Diem disse...

"Com a angustia do nao existir, perdeu a alma, a lingua e a vida" Bela dissimulação....

Mto bom!!!

Thathá. disse...

Nossa Douglas, amei amei amei ! *-*
Uma das melhores com certeza !

Beijao ;*

Breno Reis disse...

tão dissimulada! hahaha, gostei :]

Simplesmente Outono disse...

Consegui postar hoje de madrugada em meio à correria das provas. Confesso que não gosto quando sou praticamente obrigada a me afastar do blog, porém não há como fugir neste momento. Motivo: além das provas na faculdade existem alguns probleminhas particulares. Espero resolvê-los o quanto antes e da melhor maneira possível. Prometo que tentarei arrumar um jeitinho de postar com a mesma freqüência já que não consigo ficar longe das letras. Algumas pessoas possuem meu e-mail podendo ficar totalmente à vontade em realizar contato. Tentarei respondê-los tão logo os receba.
Com carinho e o devido respeito deste Outono.

railer disse...

elas sempre atrasam.