quinta-feira, 7 de junho de 2012

Meu Beijo



Você saberá quando eu estiver inspirado. Olharei em seus olhos e lhe direi coisas profundas somente com um olhar. Vai querer chorar enquanto sorrir, por sentir meu desejo de lhe transformar em poesia. Se desmanchar ao meu toque sem nem ao menos te tocar de verdade.

Minha boca selada a ti nada dirá.

Coloque nela as palavras que queira ouvir de meu eu. Vou pronunciá-las do exato modo que quiseres ouvir. Mas te mostrarei que letras são muito mais classificadas quando sentidas ao corpo, no lugar de cantadas.

Por isso, não deixe de me ver enquanto inspirado. Podemos ser qualquer coisa que quisermos juntos por este olhar. Diga minha frase interrompida para que eu possa te levar ao impossível. Te beijando mudo ao longo de um precipício vazio, mas de conteúdo interessante sem volta para a lucidez.

Douglas Ibanez


2 comentários:

Kézia Lôbo disse...

Uauuuuu me apaixonei... quero um beijo assim!
=D

Paty disse...

Lindo!
Há tempos não passava por aqui hein, rs