quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Beijo na Testa


Tenho conversado com meu amigo,
sobre coisas que me atormentam o dia,
enquanto ando de olhos abertos.

Ele me conta histórias que já passaram,
me mostrando razoáveis nomenclaturas.

Eu sei o que escuto.
Me lembro do medo!
Do cheiro da cor
e da voz que me espreme.

Procuro meu rosto e a luz que me ilumina,
mas me abraço no escuro
e te digo em meu fundo, meu caro,
uma emoção que me inspira.

Quero falar com você
e preciso para ontem!
Um choro, um afago ou um aperto de mão,
mas preciso de pele,

sem pressa,
compressa! De água quente
no meu coração.

Douglas Ibanez
(09.12.2015 - 23h19)
 

Um comentário:

Diego Santana disse...

Um verdadeiro filósofo.