sábado, 24 de abril de 2010

Trocando de Roupa

Bom Dia a todos!

Aqui estamos em mais um Sábado do mês de Abril, com um tempo de congelar os ossos (pelo menos em São Paulo) e um tédio louco de vontade de jogar certa pessoa pela janela do décimo sexto andar. Para quem não sabe, eu detesto frio. Não pelo fato de estar frio em si, isso eu até gosto, um bom frio dá para se fazer muitas coisas, por exemplo: dormir, tomar chocolate quente (Toddy ou Nescau), ficar na frente da lareira (para os afortunados no dinheiro), dormir, ficar abraçado (para quem tem namorada ou ado), ver um bom filme, tomar sopa, dormir, coisas para maiores de 18 anos, dormir e dormir e dormir.. (já falei dormir?)

Mas, mesmo com tantas coisas boas para se fazer em tempo de frio, existem lá suas coisas ruins. Quando o vento está gelado cortando sua boca e você precisa se empacotar inteiro para sair, mas mesmo assim o Sol está lá (mesmo que para enfeitar) e o dia está bonito é uma coisa muito agradável, agora, quando isso não acontece a coisa pega.

Quando eu acordo e olho pela janela (principalmente durante a semana, em que eu acordo de boa vontade bem cedo) e vejo aquele céu inteiramente azul ou cinza com cara de enterro ou Dia dos Finados, parecendo um eterno Domingo tedioso, eu tenho vontade de me afogar no chuveiro! É triste, sabe? Olhar pela janela de seu quarto e ver aquele tempo morto, que lhe convida a ficar em casa o dia inteiro, mesmo você sendo obrigado a sair e dar a cara a tapa para esse dia chato e desanimador. Mas, como dizem os sábios, o que é ruim pode piorar.


Pior do que frio sem Sol, é frio com chuva. EU DETESTO CHUVA! Primeiro porque eu odeio chão molhado, segundo porque meu tênis fica ensopado e eu cuido demais dele para ele desfarelar-se em água caída do céu. Terceiro porque é simplesmente horrível, você se molha, não pode sair de casa, meu cachorro late, grita e esperneia com os trovões e o metrô fica simplesmente o inferno na Terra, com direito a parada a cada 5 minutos no meio do trilho e de espera de 15 e claro, sem contar a chance enorme de chegar atrasado no local necessário (imagine de carro na Marginal).

Pois bem, depois de tanto reclamar do tempo (parecendo uma velha), vou logo falar o porque de ter vindo aqui today. Como eu e provavelmente todos vocês, nós nos cansamos de nossas roupas hora ou outra e é por isso que os Shoppings faturam tanto, principalmente pelo público feminino que troca de roupa com uma frequência digamos, rápida (me preparando para o apedrejamento). No meu caso, o Brás é uma boa saída. Mas, voltando ao assunto, como todos nós, os Blogs, também se enjoam de suas roupas de vez em quando e precisam, portanto, de uma mudança bacana no look, por isso, venho lhes dizer que O Cronista está de cara nova!

Passando por estilistas de última geração com uma maravilhosa pegada retrô (estou com medo de mim mesmo falando desse jeito), O Cronista agora está repaginado e ele quer saber a opinião de vocês, boa ou ruim, sejam sinceros, afinal, quem usa a moda é o público (sério, estou ficando com medo).

Espero que gostem, eu mesmo fui o feitor.
Um abraço a todos vocês companheiros!!
Obrigado por tudo, mesmo!!
Abraço para os rapazes.
Beijos para as meninas.
Até Mais!

8 comentários:

Eduardo Montanari disse...

Gosto de tempo frio, pois acho as roupas de frio mais bomitas. A gente sempre fica mais elegante. Chuva é um pé nas bolas escrotais.

Doki☺Heytor disse...

mudouu?
nem percebi D=
sério, seus textos tiram minha tneção do layout XD

odeio chuva [3]

Petro disse...

Gosto de chuva quando vou dormir,
gosto de sol quando vou sair,
gosto de vento frio em meu rosto quando quero beijar, gosto de sentir a brisa fresca do mar.

Gosto de calor quando estou na piscina, gosto de menina e menino brincando na areia enquanto posso olhar.
Gosto de seus textos, da forma com que fala do frio, do inverno, da vida em SP...queria estar por aí para poder passear.
Mas como a vida é cheio de gosto e não gosto, prefiro agora ler enquanto vou me deitar...
Um abraço, meu nobre. Perdão pela poeesia fraca...mas é fruto de ter pensado depois que li seu texto.

Douglas disse...

Eduardo, realmente, a gente fica mais bonito e mais bem arrumado no inverno.. isso é verdade.

Doki!
Pois é mudou sim.. hauahuahau
que bom que o motivo de não ter percibido é bom néé? QUe bom que gostou do texto..
=)

Petro.. que é isso, poesia é sempe bem vinda, de toda maneira e de todo jeito. Nunca é fraca, apenas mais simples, só. Rs

Abração a todos!
Valew pelos coments!

Douglas disse...

Petro..
Gosto de chuva ouvir chuva quando durmo e também me enrolar no edredon quando está frio. O sol podemos deixar por conta do dia e de sua agitação natural e gosto da brisa gelada quando saio de casa e tudo fica mais poético..

La Sorcière disse...

Querido, eu detesto o frio...dias cinzentos deixam minha alma cinzenta também... também DETESTO chuva, mas muuuuito mesmo.
Quanto à repaginação, digo que gostei muito! Está elegante, não mudou totalmente a "cara"! Foi vc o autor da proeza? Parabéns! Vc tem bom gosto :)
Bj

Rosana Ibanez disse...

Olá Douglas!! Adorei a mudança e embora continue com a mesma linha do anterior, digamos que ficou mais colorido, harmonioso!!
Você tem muito bom gosto garoto, parabéns!!
Gosto do frio, acho que ficamos mesmo mais elegantes, mas quanto a chuva...detesto!!!
Beijos e linda semana p/ti.

Milena disse...

Não gosto de frio...não tenho vontade de nada.. mas concordo quando as pessoas comentam que as roupas ficam mais bonitas..que as pessoas se vestem melhor!!!.
mas o calorzinho é tudo de bom!!
Tenha uma ótima sexta-feira. bjs