quarta-feira, 5 de maio de 2010

Clarice Lispector diz:

"Sendo este um jornal por excelência, e por excelência dos precisa-se e oferece-se, vou pôr um anúncio em negrito: precisa-se de alguém homem ou mulher que ajude uma pessoa a ficar contente porque esta está tão contente que não pode ficar sozinha com a alegria, e precisa reparti-la. Paga-se extraordinariamente bem: minuto por minuto paga-se com a própria alegria. É urgente pois a alegria dessa pessoa é fugaz como estrelas cadentes, que até parece que só se as viu depois que tombaram; precisa-se urgente antes da noite cair porque a noite é muito perigosa e nenhuma ajuda é possível e fica tarde demais. Essa pessoa que atenda ao anúncio só tem folga depois que passa o horror do domingo que fere. Não faz mal que venha uma pessoa triste porque a alegria que se dá é tão grande que se tem que a repartir antes que se transforme em drama. Implora-se também que venha, implora-se com a humildade da alegria-sem-motivo. Em troca oferece-se também uma casa com todas as luzes acesas como numa festa de bailarinos. Dá-se o direito de dispor da copa e da cozinha, e da sala de estar. P.S. Não se precisa de prática. E se pede desculpa por estar num anúncio a dilacerar os outros. Mas juro que há em meu rosto sério uma alegria até mesmo divina para dar."


Aqui está um texto de minha escritora favorita, Clarice Lispector. Quando li este texto, há muito tempo, além de achá-lo extremamente criativo, me vi muitas vezes em suas linhas diferentes, me identificando. Por isso, além de ser perfeito, para mim, este texto, é apenas uma pequena porcentagem da quantidade maravilhosa de arte e literatura que temos pelo Brasil. Eu sempre adorei Clarice e seu jeito intimista de escrever e de mostrar sua face interior. Qualquer dia, farei um post apenas sobre ela e vocês entenderão a profundidade maravilhosa dessa mulher.

8 comentários:

Adrielly Soares disse...

Ela é demais. É uma das principais representantes femininas na literatura. É linda, profunda, intensa. E triste. Dizia Caio Fernando que ela tinha uma tristeza de doer.

Um beijo.

Mariane disse...

Amigo, me sentindo ainda mais parecida agora com vc, minha escritora favorita também é Clarice e o que mais me encanta nos seus escritos é a profundidade, ela vê além!

Bjuusss...

Douglas disse...

Pois é.. a tristeza era marcante e disso surgiu arte, como sempre, acho tão engraçado o fato de tanta coisa linda surgir de um sentimento tão cinza e triste sabe?

Ela é profunda mesmo Mari.. ela vê muito além.. ela vê lá dentro do dentro..

bjo para as duas
=)

Caio Lima disse...

aee Douglas
valeu por comentar sempre no meu humilde blog
prometo voltar aqui com + frequencia =)

e sobre o texto da Clarice Lispector, mano, isso aí a gente vê direto nos jornais e sites de namoro. A seção de "procura-se um amor" tá cheia de gente com esses anseios.

E oh
se vc se identificou com o texto dela, pode ter certeza que pra vc achar alguem pra vc é questão de tempo hehehe

e fui

Eduardo Montanari disse...

Eu te admiro muito por ser tão jovem e gostar tanto de ler. Principalmente ler coisas boas. Eu aqui com meus 34 anos, vergonhosamente admito que não tenho o hábito de ler muito. Deveria e gostaria, mas um emaranhado de confusões mentais as vezes me impede.
Realmente esse texto é tudo de bom. Me identifiquei também.
Parabéns!

Douglas disse...

Caio Lima.. hauahuha eu ri
Pode deixar que eu volto sempre sim..
=)

Eduardo.. tem gente que acha que nos livros agente encontra outro mundo.. eu apenas encontro o meu mundo.. as evzes eu acho que me identifico mais lá dentro do que aqui fora.. rs

Mas isso é questão de pessoas para pessoa.. ler é maravilhoso.. tente ler algo que realmente te chame a atenção, algo que te queira voltar e não parar mais.. as vezes você acha cada coisa legal que vc nem imagina.. hehe

Abraço a tooooodos
e obrigado pelos coments!

Petro disse...

Sei que deve estar cheio, mas continua escrevendo meu caro. Abraço

Ana Luiza disse...

Minha escritora preferida também é Clarice! Acho ela perfeita - seus textos traduzem toda a prolixidade de nossas almas. É impressionante :)