quarta-feira, 3 de junho de 2009

I Miss You

Bom Dia!
Sei que já é de noite e que desejar um "Bom Dia" é um tanto contraditório, mas não se preocupem, não tenho déficit de percepção de tempo, na realidade tenho uma pequena teoria, dentre as tantas que possuo, que trata desse assunto, mas vou deixá-la para outro momento, outra hora, outro dia qualquer, pois hoje vamos falar de outra coisa.

Como muitas vezes anteriores, onde pensamentos brotaram em minha cabeça transformando-se em idéias e viagens interplanetárias loucas, essa não foi nada diferente. Se bem que eu acho que foi diferente em certo ponto sim. Talvez tenha sido uma brisa mais controlada do que de normal, ou não.. me digam vocês.

Tenho pensado nesse assunto por muito tempo.. faz anos que tenho ele na cabeça murmurando e mastigando, pensando e as vezes contando para alguém, o que nem sempre obtem um retorno bom o bastante ao meu ver (tem gente que acha que eu sou louco sabem?).

Como sabem, o ser humano é uma caixinha de surpresas ou mais propriamente dito, uma bomba relógio que pode explodir a qualquer momento. O que existe dentro dessa bomba? Não faço a mínima idéia, pólvora, talvez, mas se for isso mesmo, seus componentes são feitos de sentimentos e pensamentos bem digeridos e dentre tantos sentimentos hoje iremos falar de apenas um, Saudade.


Calma, não irei escrever nada que faça mãe e pai chorar, não vou tratar da Saudade em si, mas sim de sua verdadeira existência.


Olhando em todas as ortografias, dicionários e tudo que tenha significado neste mundo redondo e azul chamado Terra podemos constatar um coisa bastante interessante, o Brasil, sim o nosso belo Brasil baranil, é o único país que possui a palavra Saudade.

É estranho pensar que só um lugar no mundo tenha essa palavra em seu vocabulário, e venhamos e convenhamos ela é bastante usada, principalmente para nós que não somos acostumados a não usá-la. E é então que uma teoria bastante complexa entra em questão: A Saudade existe mesmo?

Quando vemos, sentimos ou descobrimos algo novo, como diz a própria lei dos signos (nada de horóscopo) pensamos logo em um nome para dar a tal coisa para representá-la e identificá-la. Quando sentimos um afeto muito grande por alguém chamamos de Amizade, um sentimento avassalador e completamente destrutivo/construtivo chamamos de Amor e quando sentimos uma enorme vontade de estarmos com alguém que não está mais presente por N motivos chamamos então de Saudade, desta forma se é nomeado é por que ele existe e onde não é nomeado?

Nenhum país tem o mesmo calor que o Brasil tem, temos que concordar com isso e aparentemente até os sentimentos são assim. Lá fora eles sentem falta, eles sofrem pela falta de tal pessoa e aqui nós sentimos a Saudade, um sentimento próprio, algo concreto, embora abstrato, que se torna um completo mistério em outros lugares. Não sei quanto a vocês, mas eu não consigo viver sem dizer a palavra "Saudade", se vivesse falando outra língua, provavelmente inventaria um Neologismo significando Saudade por que para nós ela existe e para eles não. Será que estou conseguindo passar aquilo que gostaria? Não sei, é brisante demais até para mim mesmo (hehe).


Então me pergunto, será que eles não sentem Saudade? Será que o que eles sentem é menor do que nós sentimos aqui? Saudade e Sentir Falta é a mesma coisa? Realmente algo só é nomeado se existir ou pode existir sem ser nomeado? São perguntas que me reviram a cabeça e me fazem pensar, pensar e pensar e que também me divertem com isso (eu adoro pensar ^^).

Não estou dizendo que eles não sintam Saudade, mas também não estou dizendo que sentem, na real, estou colocando os fatos em mesa limpa para vocês chegarem a suas próprias conclusões. Eu tenho as minhas, embora não foram ainda concluídas e tenho certeza que tão cedo não serão.


" Somente um sentimento realmente vivenciado e forte o bastante pode sair para fora e se tornar vivo dentre os vivos possuindo nome e sobrenome. "



Bem, o momento brisante acabou.
Espero que faça com que vocês pensem, tentem entrar no meu momento lunatico e reflitam como quiserem.. se não conseguirem tudo bem, acontece (rsrs).

Obrigado a todo mundo que tem comentado ou apenas lido meus posts.
Tenham uma Boa Noite e até mais!!

12 comentários:

jaqueliny euzébio. disse...

Eu já ouvi algo assim (Saura, na sala de aula, lembra?). Sei lá, acho que a coisa está ligada mais com o nome ou eu que sou uma pessoa que sente muitas saudades de tudo, não consigo... imaginar alguma outra pessoa vivendo nesse globo que não sinta a mesma coisa que eu.
Talvez a PALAVRA "SAUDADE" não exista, mas o sentimento pode estar lá, talvez sem a mesma intensidade com que ela jaz aqui, mas devem sentir saudade sim.

Douglas disse...

é não sei.. é complicado isso sabe.. é uma das tantas coisas qu eme fazem pensar e pensar e pensar hehe

claro que eu lembro da Saura falando aquilo.. fui o punico que não zuou dela e ainda deu trela pra ela continuar falanod hauahuha

Pamella disse...

Adoro o jeito que tu escreves!
Sempre virei aqui, sempre.

Douglas disse...

aaah obrigado de MONTÃÃÃO!!
volte sempre que você quiser.. estarei aqui XD

beijos
valew!!

Jeeh disse...

é verdade, tu escreve mto beeem Doug, parabéens carã!!

s2

Douglas disse...

valeeeew Pot!!

Rosana disse...

E quando dizem que o Brasil é um país abençoado...nem todos acreditam! Adorei o q escreveu e realmente saudade é previlégio nosso mesmo!! Talvez todos sentem "falta de algo",ou coisa parecida, mas saudade chega a ser um sentimento diferente.
Amei!!
Beijos

maryjane disse...

Falou bem da saudade, Douglas. De verdade...

Douglas disse...

XD obrigado!!!

Bruno Sass disse...

seuus textoos sao bons caraa...
jah pensou em fazer jornalismo? OASOKOKA

passe no meu blog tbm, abraaz

Douglas disse...

valeew Brunão.. valew mesmoo
e já, já pensei em fazer.. bem na realidade eu to fazendo haahuahuah
1º Semestre, to começando agora.. hehe

pode deixar que vou passar no seu blog sim...

abraço

simone gomes disse...

adorei o post.

já parei para pensar sobre isso várias vezes, sabia?

acho a palavra "saudade" tao incrivel *-*

é uma pena só ser usada aqui :\